DEVEMOS JOGAR FUTEBOL COM AS MEIAS CORTADAS?!

Hoje vamos falar de um dos temas mais abordados nos dias de hoje, e que é justamente o facto de se cortarem as tradicionais meias de jogo compridas e completar essas mesmas meias com outras meias, mais grossas.

14 October 2019 - Por Bruno Ferreira

Em primeiro lugar gostaria de deixar bem claro que a opção de cortar as meias de jogo é totalmente pessoal e sobre a própria responsabilidade de quem as corta e de quem as vai posteriormente utilizar. As meias de jogo estão pensadas e preparadas para funcionar em conjunto, sem que seja necessário cortar as mesmas. Quando as cortamos, estamos sem dúvida alguma a afectar a durabilidade e ajuste das mesmas.

Porque cortar as meias?!

Na realidade esta opção ou decisão de cortar as meias vem diretamente da influência directa de vermos imensos futebolistas profissionais nos últimos anos cortarem as suas meias(na realidade serão os próprios técnicos de equipamentos que realizaram esta tarefa), para que assim possam utilizar outro tipo de meia, como a sua meia principal. Toda esta nova moda começou a visualizar-se mais com o lançamento de meias de futebol com tecnologias Grip, como por exemplo: Trusox, Nike Grip e até mesmo e mais recentemente as meias SP Fútbol Grip. Estas meias mais técnicas aumentam o grip com as chuteiras, e ajudam a minimizar os movimentos internos desnecessários dos nossos pés dentro das chuteiras, fixando assim ambos de uma maneira mais eficaz.

Esta acção diretamente implica que temos que cortar a meia principal de jogo na zona do tornozelo e logo fixar essa mesma meia à meia Grip com tape que terá que ser sempre da mesma cor da meia principal. Aqui entra um detalhe a seu favor, que é o facto de usarmos esse tape extra, que até nos irá ajudar a fixar melhor as caneleiras. Assim e através deste método iremos utilizar uma meia mais técnica e que nos irá ajudar a dar um melhor grip a nível interno dentro da nossa chuteira, e também reduzir a possibilidade de termos bolhas e roçaduras nos nossos pés enquanto estejamos a jogar futebol.

Esta práctica é realmente necessária?

Actualmente temos imensas opções para poder satisfazer todas as nossas necessidades, já que temos variadas opções no que diz respeito a meias largas de jogo com partes de grip interno já construídas nas mesmas, além de também variadas opções de meias sem pé, um producto já desenhado e fabricado por parte da adidas e Nike, que facultam aos jogadores a opção de poderem as suas meias largas de jogo já fabricadas de um modo correcto e sem o pé, para que assim não seja necessário cortar as mesmas.

Conclusão

Cortar as meias realmente é uma opção válida para podermos utilizar as nossas meias técnicas favoritas, sempre e quando cumpramos a normativa em vigor. No entanto e como já é possível encontrar diversas meias de jogo fabricadas corretamente e sem o pé, eu aconselho numa primeira instância a que todos dêem uma possibiidade a estas meias, que por norma já vem com o pé recortado, mas com um pequeno elástico de suporte. Assim poderás continuar a utilizar as tuas meias técnicas favoritas, sem perder a elasticidade e fixação das tuas meias largas de jogo. Como sempre poderás encontrar qualquer um destes produtos na secção de produtos de têxtil e acessórios para o jogador no site da Fútbol Emotion.

 

Comentários 1

Pedrinho18
Monday, 25 de November de 2019
Acrescentar comentário

Eu quando há há alguns treinos atrás não cortava as meias que não achava que fosse dar um conforto maior mas enganei-me. Depois de cortar os pés das meias e usar outras por baixo dá um conforto maior e maior mobilidade do pé.

Queres deixar aqui a tua opinião?
Entra com a tua conta de utilizador para participar na nossa comunidade.