AS NOVAS NIKE FOOTBALL VAPOR 13 E SUPERFLY 7

A segunda e para mim maior novidade deste verão acabada de ser desvendada em Paris. Para todos vocês aí em casa e em primeira mão, hoje apresento-vos as novas gerações da Nike Football Vapor 13 e Superfly 7.

06 July 2019 - Por Bruno Ferreira

Como já tinha passado com o lançamento das novas Tiempo, sei que existem muitos de vocês aí em casa que já sabiam que estava a caminho uma nova geração das Vapor e Superfly, e também em que moldes seria esse mesmo lançamento de uma nova geração. Hoje em dia e com toda a tecnologia que existe no mundo, é muito fácil fazer saltar aos olhos do mundo uma foto de um jogador a treinar com uma chuteira completamente negra. Uma foto assim parece que faz saltar os olhos das órbitas aos freekies de chuteiras como eu, e quando dás por isso essa foto já está espalhada por todo o mundo que gira em torno do futebol e dos produtos relacionados com o futebol.

CHUTEIRA NIKE VAPOR XIII ELITE FG

Mas realmente hoje estamos aquí para falar da minha opinião e das primeiras sensações destas duas chuteiras, que apesar de possuirem nomes diferentes apenas possuem uma diferença entre ellas, que é o DF (Dynamic Fit collar), ou como muitos de vocês aí em casa chamam – a tradicional meia. Mas sim realmente é verdade, a única diferença entre uma e a outra é mesmo so o DF. Todo o resto é igual, assim como o tamanho, ajuste e conforto. Apenas deixo um alerta, isso sim, para quem compre umas superly, pois não se esqueça que a meia (DF) no inicio é muito dura no aspecto de não abrir em demasia para que caiba o vosso pé. A meia com o tempo irá alargar, por isso não cometam o erro de comprar um tamanho acima apenas para que possam passar o vosso pé na abertura melhor e depois a chuteira ficar maior do que debe, e assim perder toda a sua funcionalidade.

Tecnologias

A nível de cores não temos muito que falar, já que se trata de um lançamento à mesma imagem das Tiempo 8, e por isso teremos inicialmente estas duas cores em separado, e posteriormente serão lançadas mais dois colourays, mas que por agora não irei sequer mencionar. Comecemos a falar então de tecnologias e de primeiras sensações, mais concretamente na zona da parte superior, ou o upper da chuteira. O salto de geração das XII para as XIII é mínimo como aliás já é normal por parte da Nike com as Nike Mercurial. As novas Vapor e Superfly apresentam a mesma construção 360º de uma peça única em Flyknit, mas e aquí é onde entra a primeira diferença, é que esse flyknit leva uma capa extra de NikeSkin, que basicamente irá aumentar o grip e a durabilidade da chuteira.

Continua também presente o tratamento ACC (All Conditions Control) por toda a chuteira. A nível da sola s chuteiras não apresentam nenhuma alteração, já que as Mercurial XIII continuam com a mesma sola de duas peças que tão bem funcionou nas mercurial XII.

E estas são as novas Vapor 13 e Superfly 7. Umas chuteiras modernas, com as mais recentes tecnologias da marca americana adaptadas a esta chuteira de velocidade, mas que na verdade e na minha opinião não perdeu a sua tradicionalidade. A de ser uma chuteira leve, muito moleável e com um fit e fell muito cómodo e agradável.

LINKS PARA COMPRA:

Comentários 0

Queres deixar aqui a tua opinião?
Entra com a tua conta de utilizador para participar na nossa comunidade.